26 Out, 2019

10 Dicas para melhorar a sua Auto-Estima

26 Out, 2019

1. Transforme as suas lamentações em decisões. Deixe de lado a atitude passiva e assuma a responsabilidade de promover mudanças.

2. Escolha objetivos possíveis, mesmo que os tenha que conquistar pouco a pouco. Os objetivos irrealistas serão sempre a via fácil para a frustração e uma nova quebra de auto-estima.

3. Desenvolva o seu auto-conhecimento, colocando em questão os seus valores, definindo o que é realmente importante para si. Desta forma irá tomar melhores decisões tendo atitudes mais assertivas.

4. Assuma a responsabilidade dos seus atos e aceite-se tal como é. Aqui não se refiro á resignação, mas à atitude constante de melhorar o que lhe for possível. Sendo que mais vale “feito que perfeito”. Naturalmente esta melhoria será infinita, e será fundamental usar o tempo do perfeccionismo em atividades mais produtivas e prazerosas

5. Encare as falhas como o resultado das suas ações. Avalie e aprenda a lição, para que possa fazer os devidos reajustes e enfrentar os novos desafios. Afinal, não existe fracasso, apenas existe feedback (o resultado das nossas ações).

6. Expresse os seus desejos e opiniões, respeitando as opiniões das outras pessoas, mesmo que não concorde necessariamente com elas.

7. Procure diversificar e ampliar as suas relações e relacionamentos.

8. As pequenas atitudes poderão significar muito: um telefonema, ir a uma festa com os amigos, a arrumação do quarto, etc.

9. Procure evitar a fuga aos problemas e obstáculos, usando maneiras pouco saudáveis (álcool, drogas, abusos…). O melhor será sempre enfrentá-los de forma otimista, sem subestimá-los.

10. Dê um passo de cada vez. O querer resolver tudo de uma só vez, quase sempre é insensato e pouco realista.

Bem hajam,


programação neurolinguística

MIGUEL FERREIRA

Consultor Formador Master Practitioner e Trainer em Programação Neurolinguística,

Licenciado em Psicopedagogia, Especializado em Psicologia Clínica e da Saúde.

«
»