10 Jan, 2019

8 Beneficios do Coaching Profissional

10 Jan, 2019

Um estudo mencionado no Personal Management Journal, refere que um grupo de executivos avaliados melhorou a performance em 22,4%, depois de uma formação convencional, enquanto que outros executivos, que foram submetidos às técnicas de coaching, tiveram um progresso avaliado em 88%.

Ora, isto vem comprovar o já se verificava na prática desde que o treino focado no indivíduo e no seu desenvolvimento passou a ser um recurso para aprimorar competências: o coaching tem efeitos que, em geral, superam as expectativas.

Seguem alguns dos principais motivos para investir em coaching profissional?

Identifica bloqueios

No acompanhamento baseado no coaching, o coachee (quem recebe a orientação) é estimulado a encarar as suas limitações de forma honesta e corajosa. Desta forma, é possível superar as chamadas “convicções limitadoras”, ou seja, toda uma série de comportamentos e convicções que nos impedem do crescimento pessoal e profissional.

Destacamos aqui alguns desses comportamentos, como a falta de habilidade de se comunicar efetivamente e dar feedbacks construtivos, existindo aqui dois extremos pouco ou nada eficazes – os que são reagem de forma ofensiva, e os outros que simplesmente não se conseguem expressar. Serão nestes dois aspectos, que o coaching poderá ajudar a restabelecer o equilíbrio, desenvolvendo a boa convivência.

Aprimora competências

“Há um único recanto do universo em que podemos ter certeza de melhorar: o nosso próprio eu”. Aldous Huxley

Ao abrir-se à possibilidade de desenvolvimento a partir do coaching, irá tomar consciência de que é a única pessoa no mundo que pode ser modificada pelas suas ações.

Esta mudança de postura gera reflexos diretos no desempenho profissional como um todo. Se já é bom nalguma coisa, torna-se ainda melhor. E se necessita desenvolver habilidades, o coaching ajuda-o a abrir possibilidades para alcançar novas perspetivas.

Potencializa resultados

Ao superar as suas próprias limitações através do autoconhecimento e da abertura da mente para a assimilação de novas habilidades ou aprimorar as que já existem, irá garantir resultados superiores nas atividades profissionais e pessoais, comparando com o “antigo eu”.

Nesse aspecto, o coaching revela-se um programa de crescimento em todos os sentidos. A partir da adoção de uma postura positiva, os resultados aparecem em vários contextos pessoais e profissionais, nomeadamente nos relacionamentos interpessoais.

Melhor gestão do tempo

Esta é sem dúvida uma das melhores habilidades a desenvolver. Pela nova perspectiva que o coaching oferece, o tempo deixa de ser um problema para se tornar um ativo precioso, que deve ser muito bem gerido e para tal, há que desbloquear as causas que nos levam a consumir tempo em demasia, que por norma, tem que ver mais com aspetos pessoais do que com falta de tempo.

É claro que uma das maneiras de tornar a gestão do tempo eficaz é a priorização de tarefas (primeiro, as coisas mais importantes, depois as menos urgentes e por fim as atividades supérfluas). Criando este hábito e tendo maior objetividade, conseguirá uma nova forma de viver, tornando-se muito mais efetivo e produtivo.

Desenvolvimento da liderança

Embora, alguns já nasçam naturalmente com a propensão a liderar, esta habilidade poderá ser desenvolvida por qualquer um, tal como qualquer habilidade pessoa.

Acredito que todos temos um líder dentro de nós, mas será necessário criar as devidas condições para que essa liderança seja exercida naturalmente. Através do treino com o coaching profissional, o coachee aprende que liderar tem menos a ver com o ocupar um cargo diretivo e mais em saber como influenciar as pessoas.

Esta influência não se materializa pela ostentação de bens materiais — que, a propósito, são uma consequência, e não um meio para obter sucesso. Os líderes que emergem em função do coaching são a consequência da ativação de recursos internos que por si só, conjugados poderão levar a fazer a diferença e a melhorar significativamente as relações interpessoais.

Reeduca as emoções

Encontramos na imaturidade emocional um dos problemas que mais nos afetam, pessoal e profissionalmente.

É claro que a razão, já vem muitas vezes porque os próprios pais também não se desenvolveram a este nível da maturidade emocional e ninguém pode dar o que não tem, ou não desenvolveu ainda, e desta forma acabamos por nos fecharmos a permitir-nos sentir as verdadeiras emoções.

Esta é pois uma das razões para os comportamentos defensivos ou mesmo autodestrutivos.

A solução está em lidar de forma madura com os próprios sentimentos, portanto, sendo este mais um dos benefícios proporcionados pelo treino e orientação dada pelo Coach. Ao reduzir a ansiedade, são superadas as barreiras que até então pareciam intransponíveis, como a dificuldade de falar em público.

Reflete-se em maior organização

Depois de adotar uma nova postura perante a vida, o tempo, os desafios e as emoções, o coachee consegue visualizar com mais clareza onde está a falhar consigo mesmo e em que pontos necessita melhorar.

A função do coaching profissional é ajudar o coachee a ultrapassar os seus bloqueios, permitindo assim que o mesmo controle o seu próprio destino por meio do planeamento pessoal.

Ao libertar-se dessas amarras (bloqueios) que se refletiam em comportamentos pouco funcionais, tudo começa a fluir melhor e sem a confusão que entes havia. Tudo isso reflete-se numa maior organização em todas as atividades profissionais e pessoais.

Aumenta a produtividade

A diminuição da motivação e consequente produtividade é outro problema comum nas pessoas que procuram orientação de um coach comportamental. Normalmente os prejuízos no desempenho geram um sentimento de impotência, causados fundamentalmente pelo pressões no trabalho ou em casa que nos tempos que correm, vulgarmente são chamados de stresse.

O que fazer quando não conseguimos identificar as causas da redução das capacidades profissionais?

É aqui que o coaching profissional surge como resposta para estas questões que até então pareciam irresolúveis. Através duma visão externa e de competências de coaching-neurolinguísticas, o coach está em melhores condições para perceber onde estão as causas motivadoras da queda na performance.

Nomeadamente, são muito frequentes os casos em que a sensação de falta de controle nos aspectos da vida pessoal, tornam-se causas para a redução da motivação. A instabilidade pessoal irá refletir-se no campo profissional e dai poderá surgir um desalinhamento. Profissionais menos vinculados diminuem o seu rendimento no trabalho, e é aqui que as habilidades do coach profissional podem fazem a grande diferença, orientando atividades e dinâmicas coordenadas que permitam neutralizar os focos de insatisfação.

O coaching profissional pode se estender a todo e qualquer aspecto da vida além do contexto profissional, nomeadamente quando as coisas não estão a fluir bem, tal como a forma física e aparência, finanças, relacionamentos, ou rendimento escolares e até mesmo desportivos, promovendo um desenvolvimento continuo, aquisição de novos conhecimentos e estratégias e expansão para novos horizontes.

Para mais esclarecimentos, contacte-nos: geral@chunking-up.com

Bem hajam,

programação neurolinguística

 

MIGUEL FERREIRA

Consultor | Formador | Advanced Master, Practitioner e Trainer em Programação Neurolinguística

Licenciado em Psicopedagogia, Especializado em Psicologia Clínica e da Saúde.

«
»