COACHING ESCOLAR

“A atenção aprimorada poderá ser criada de algumas formas: por privação ou devoção, por meditação ou medicação, por exercício ou êxtase, mas também pelo simples e totalmente seguro método de autotreinamento.”

(John Whitemore, coaching para performance)

No mundo atual, uma sólida formação académica, a par duma atualização constante, é indispensável para conquistar boas oportunidades no mercado de trabalho (já não basta possuir um simples diploma, pois um bom profissional necessita de aperfeiçoamento e formação consistente, diversas graduações e especializações). Nesta linha, a motivação para o estudo e a eficiência para a aprendizagem aparecem como competências cada vez mais importantes e valorizadas, essenciais na procura do sucesso.

O que é o Insucesso Escolar

Na era do digital, em que o conhecimento se encontra à distância de um “clic”, o insucesso escolar continua a ser uma problemática atual. É uma realidade comum, transversal a todos os ciclos, que se caracteriza pela incapacidade duma criança corresponder aos objetivos preconizados pela escola, apresentando resultados abaixo do nível mínimo de educação esperada para sua idade.

São várias as razões apresentadas como geradoras desta situação. Não obstante, a culpabilização de uma ou outra entidade não é a solução, sendo fundamental analisar a situação a partir do sistema relacional em que o aluno está inserido. O problema do insucesso escolar deve, assim, ser analisado à luz de dois fatores que se relacionam entre si: aspetos afetivos e a capacidade cognitiva da criança.

Para que se possa ter sucesso escolar e domínio de conhecimentos é essencial, por um lado, estimular determinadas capacidades cognitivas:  concentração, planeamento, pensamento abstrato, raciocínio, cálculo mental, abstração, flexibilidade de pensamento, focagem, inibição, etc. Só mediante o desenvolvimento destas capacidades será possível conseguir acompanhar o ritmo das turmas e adquirir facilmente os conteúdos lecionados.

Um dos exemplos mais frequentes desta situação reporta-nos para o caso daquelas crianças que não conseguem estar quietas numa cadeira, dentro da aula, alheando-se das instruções e explicações que o professor vai dando em relação aos conteúdos programáticos. Estas, não assimilam a matéria, não fazem apontamentos, não colocam questões, negligenciam as tarefas de casa e, consequentemente, acabam por não transitar de ano. Muitas vezes, esta postura pouco motivante para a escola em nada se relaciona com défice intelectual, mas com a ausência de estímulo. Quando as crianças não são estimuladas, as suas capacidades cognitivas (umas mais necessárias que outras) ficam comprometidas, privando-as dos mecanismos necessários para ter sucesso educativo.

Por outro lado, se o aluno não tiver um equilíbrio afetivo e emocional, deixa de ter motivação e o foco deixa de ser a escola.

Uma criança triste, deprimida, ansiosa, com fracas capacidades para lidar com o stress, com uma baixa autoestima e sem assertividade suficiente, jamais conseguirá ser uma pessoa feliz, inteligente e trabalhadora no futuro. Inclusive, poderá ter problemas psicológicos sérios que o impedirão de ter a segurança necessária para alcançar o sucesso na vida laboral e familiar.

Se uma destas componentes for deficitária no aluno (afetiva ou cognitiva), revela-se fundamental uma intervenção consistente e rigorosa na resolução das mesmas, sendo que o Coaching Escolar é uma ótima forma para potenciar capacidades e encontrar o equilíbrio emocional desejado.

O sucesso académico não é somente uma questão de inteligência cognitiva, envolve igualmente a capacidade de se mobilizar os recursos internos e desenvolver habilidades para sair de situações que são percecionadas como difíceis, boicotando gradualmente a eficiência e eficácia no processo de aprendizagem.

O que é o Coaching Escolar

“Uma das maiores capacidades do ser humano é a de aprender. As técnicas de coaching ajudam os alunos a potenciarem a sua capacidade natural de aprendizagem.” (EGE)

O Coaching pode ser aplicado em qualquer área (coaching executivo, o coaching desporto, entre outros), o que varia é foco, pois a sua essência é idêntica. Assim, na área escolar, apelida-se de Coaching Escolar ou Coaching Educacional.

O coaching escolar é um treino específico para estudantes que utiliza as ferramentas do coaching e da programação neurolinguística, com o objetivo de potenciar a motivação, o autoconhecimento, a tomada de decisão e, consequentemente, a melhoria da performance no processo de aprendizagem, transformando as fraquezas em forças e os receios em oportunidades.

Como é feito o Coaching com Estudantes?

As estratégias a serem desenvolvidas pelo coach (treinador) são baseadas em pesquisas sobre o comportamento de estudantes com sucesso. A esta ação chama-se modelagem do comportamento para adquirir hábitos eficientes, nomeadamente, o treino de capacidades que ampliam a eficácia do estudante ao nível da responsabilização e autonomia, potenciando a motivação. Esta última, por sua vez, surge como ponto central de apoio para produzir mudanças nas estratégias de empenho e estudo, bem como na melhoria da autoconfiança.

Coaching para Estudantes do Ensino Básico

Se as técnicas de coaching e da programação neurolinguística se adequam a adultos na alta performance, a verdade é que as mesmas também podem ser aplicadas às crianças, desde que sejam coordenadas por profissionais com amplo conhecimento pedagógico, desenvolvendo, desde aí, uma base sólida e consistente que fará toda a diferença no percurso escolar, melhorando a autonomia, o desempenho e os consequentes resultados.

Coaching para Estudantes do Ensino Secundário

Nesta faixa etária as sessões de coaching são um enorme desafio e, ao mesmo tempo, o melhor momento para que o jovem adolescente comece, ele mesmo, a assumir uma maior responsabilidade e consistência no seu desempenho, nomeadamente, em relação às escolhas da área profissional. Criar métodos e objetivos para o estudo, com vista a aumentar as suas possibilidades, eis a grande meta; sendo que o coaching se institui como o grande diferencial para o aluno, possibilitando-lhe uma maior motivação, foco e gestão dos recursos pessoais.

Nesta linha, e com o intuito de complementar a formação intelectual desta faixa etária, promovemos mensalmente o Workshop: PNL Júnior para Estudantes dos 12 aos 15 anos.

Coaching para Estudantes do Ensino Superior

Este tipo de apoio, facultado a alunos do ensino superior, já é uma realidade em diferentes países: Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Holanda e países nórdicos, onde algumas instituições já assumiram o Coaching como um dos grandes diferenciais na formação dos seus alunos. Não raras vezes, o estudante do ensino superior não tem o foco necessário para planear a sua futura carreira ou ainda não sabe se enveredou pelo caminho certo.

Neste sentido, e como forma de colmatar algumas lacunas, as sessões de coaching, com estudantes do ensino superior, abrem possibilidades para que o coachee, neste caso o aluno, faça um correto planeamento dos estudos, trace metas e objetivos que queira atingir, procure recursos internos para se tornar um profissional de excelência, preparado para enfrentar uma economia que está em pleno desenvolvimento e carente de qualificação profissional para impulsionar o futuro.

Assim, e diante da importância e crescentes necessidades deste público, promovemos mensalmente o Curso Básico de Programação Neurolinguística – PNL Basic (Link), que poderá ser uma mais valia para Estudantes que frequentem o Ensino Superior.

Em suma, o coaching escolar visa auxiliar o estudante a traçar e a alcançar metas, aprimorando as suas competências emocionais e comportamentais, fundamentais no campo académico e, futuramente, no campo profissional. O coaching cria e desenvolve a autonomia, confiança e perseverança, para ultrapassar os obstáculos que aparecerem no caminho académico e conquistar os objetivos traçados.

A quem se dirige:
Esta especialidade dirige-se essencialmente às crianças e jovens com problemas de insucesso escolar e dificuldades de aprendizagem.

Objetivos gerais:
Desenvolver as competências pessoais e os recursos existentes, no sentido da melhoria da performance de aprendizagem do jovem ou criança.

Problemas que trata:

  • Dificuldades de aprendizagem em geral;
  • Falta de motivação, desinteresse, apatia;
  • Falta de concentração, memória;
  • Baixo rendimento escolar;
  • Dificuldades nos relacionamentos;
  • Indisciplina, agressividade.

 

Metodologia e Técnicas:
Intervenção em atendimento clínico, através de técnicas psicopedagógicas, coaching e neurolinguísticas.

Articulação e coordenação:
Esta especialidade pretende estabelecer a ligação entre a relação criança – família – escola, entendendo assim o seu funcionamento e adaptação nesses mesmos contextos.

Todas as partes que integram o sistema da criança poderão ser alvo de articulação e intervenção, com vista à consecução dos objetivos terapêuticos.

Serviço Individualizado (Sessões de 1h30m/1h) 
Informações e marcação de consulta:
Telemóvel: 96 720 5 066 / 91 401 9 40
E-mail: geral@chunking-up.com

Olá! Foi uma viagem fantástica! E, logo agora que estava a ‘chegar lá’, acabou. Quero mais!! Inicialmente, no processo de ajuda, sentia dificuldade em perceber-me, mudar algo, entrar dentro de mim mesma. Hoje estou a descobrir como ultrapassar o meu receio, a acreditar um pouco mais nas minhas capacidades. As visualizações que me eram difíceis, hoje já as consigo encarar sem ansiedade. Basta acreditar que tudo depende de mim e do meu querer.
DoraPractitioner (140H) – Fátima / 2015
Esta caminhada iniciou-se em 2014. Confesso que estes dois últimos anos não têm sido fáceis, mas ao longo destes oito meses, verifiquei que ocorreram várias mudanças a nível pessoal e profissional, dando comigo a pensar: ‘Isto é PNL’. Mudanças estas que me têm ajudado a ultrapassar diversos conflitos, a relativizar muitas situações e a pensar mais em mim, pois se eu não estiver bem, não conseguirei estabelecer rapport com aqueles que me rodeiam. O que mais me marcou foram as âncoras “círculo de excelência”, como estabelecer rapport, adequar a minha comunicação, a importância da linguagem Milton, entre outros aspetos. Obrigada pelo apoio, durante este intensivo processo de transformação!
VanessaPractitioner (140H) – Fátima / 2015
Este curso foi uma viagem de autoconhecimento fantástica! Depois de iniciado o percurso, desejo agora aprofundar os conhecimentos adquiridos e colocá-los em prática. Acredito que só assim poderei realizar a minha missão e proporcionar bem-estar aos outros. Tomei consciência de muitas virtudes e alguns pontos negativos que, infelizmente, ainda estão enraizados em mim. Contudo, e porque sei que sou capaz, a partir de agora vou desmantelá-los para disfrutar da vida da melhor forma possível. Obrigado, Miguel!!
JoséPractitioner (140H) – Fátima / 2015
Este curso permitiu-me adquirir uma nova visão das coisas. Graças aos ensinamentos facultados, aprendi a reavaliar e enfrentar as situações que encontro: ‘o mapa não é o território.’
JorgePractitioner (140H) – Fátima / 2015
O curso contribuiu de forma clara para reduzir os níveis de ansiedade que provocavam mal-estar e sofrimento psicológico na minha vida. As primeiras sessões foram as mais transformadoras, sobretudo, pela alteração do modelo do mundo que eu tinha. O percurso ainda será longo, mas pelo menos sei que há esperança! Neste momento, já recolho os frutos destas alterações, pelo que – acredito – o futuro será risonho.
IrenePractitioner (140H) – Fátima / 2015
Esta viagem foi única e intensa! Foi uma oportunidade excelente para me conhecer melhor e de conhecer diferentes técnicas que me podem ajudar na vida (a mim e aos outros), sobretudo, porque espero colocar em prática o que aprendi. Esta viagem ajudou-me a olhar o mundo e a realidade de outra forma: mais flexível e positiva. Todavia, ainda tenho muito que a prender.
LilianaPractitioner (140H) – Fátima / 2015
Obrigada Miguel! Obrigada por me teres ajudado a descobrir que eu sou capaz. E já sou! Capaz do que quiser. Houve dias em que tinha pouca vontade de ir ao curso, mas mantive-me firme e continuei a estar, escutar, despertar. Sei que o dossiê não ficará na prateleira. Vou usar, consolidar, aprender, praticar e recomendar. Foi uma terapia para mim! Tivemos um grupo com elementos muito diferentes, tal como na vida. Gostei! Bem-haja!
ZulmiraPractitioner (140H) – Fátima / 2015
Foi o início da grande aventura da minha vida! Um tempo de reencontro comigo e de instalar amizades no coração. Com este curso percebi que existem muitas coisas que é preciso reaprender e, posteriormente, passá-las a quem comigo se cruza na estrada da vida. Adquiri uma vontade enorme de ser ‘alguém’ e de ajudar outro ‘alguém’ a viver feliz e cheio de paixão pela vida. Mas, ainda há muito a melhorar. Ainda é preciso trabalhar algumas pedras da minha mochila. Obrigada, Miguel! Por tudo!!
C. RodriguesPractitioner (140H) – Fátima / 2015
Achei a experiência fantástica! O termo de comparação é o nascimento das minhas filhas, uma vez que me proporcionaram descobertas maravilhosas. Todavia, esta descoberta e encanto não foi centrada no outro (como aconteceu com as minhas filhas), mas sim no meu interior e eventuais/ possíveis potencialidades que ainda não foram exteriorizadas. As sessões levaram-me a ‘parar’ e a refletir, reconhecendo que tenho ferramentas potentes que posso aplicar quando e onde eu quiser. Recomendo este curso, especialmente, porque as horas passadas em formação são ótimas e muito propicias à a reflexão/ interiorização.
TeresaPractitioner (140H) – Fátima / 2015

Newsletter

Subscreva-me!